Como identificar a procrastinação?

Procrastinar é o ato de adiar o cumprimento de uma tarefa que precisa ser realizada. “Você sabe o que deve fazer e não é capaz de fazer. É uma lacuna entre intenção e ação”, resume o psicólogo Timothy Pychyl, da Universidade Carleton.

Mas aqui cabe uma reflexão: você procrastina ou esse é o seu padrão? É importante saber os motivos pelos quais adiamos nossas tarefas.

Pode ser, por exemplo, por não perceber uma recompensa imediata. Nosso cérebro “precisa” de recompensa e se há a percepção de que ela irá demorar a chegar, a tarefa é adiada e substituída por outra cujo retorno é imediato, como assistir a um filme.

Também há pessoas que procrastinam com receio de falhar ou serem julgadas e aquelas que adiam tarefas que parecem muito complexas ou difíceis.

Por outro lado, existem pessoas que adiam porque desejam colher mais informações para a execução do trabalho a ser realizado, o que é diferente de evitar a tarefa. O risco aqui é o perfeccionismo nunca estar bom o suficiente.

No entanto, no mundo atual, onde a produtividade é tão cobrada, o fato de procrastinar pode gerar ansiedade, culpa, sentimento de incapacidade.

Abaixo, listamos algumas dicas para ajudar a lidar com a procrastinação, caso esteja realmente interferindo na sua vida:

-Ter clareza sobre o que você deseja realizar e especificar.
Ex: Veja a diferença entre:
“Quero fazer atividade física” e “Irei à academia na segunda, após o trabalho, me exercitar por 1 hora.”
Qual é a recompensa? Saúde física e mental, para dormir melhor.

  • Ter consciência que tempo é questão de prioridade, especialmente quando levamos em consideração qualidade de vida.

-Entender a importância de cada atividade ou tarefa. Analisar se realmente é importante e urgente. Se depende de você ou é delegável.

  • Avaliar o impacto que a realização da tarefa terá. Se percebermos o ganho por realizá-la, nos sentimos mais estimulados a cumpri-la.
  • Dividir as tarefas em partes, com passos claros. Elaborar um roteiro das etapas, realizar uma por vez e celebrar a cada uma delas quando realizadas.
  • Identificar o que faz com se evite realizar a tarefa e avaliar a mudança necessária para não se sabotar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts relacionados

Coaching: criminalização ou conscientização?

AfterSix na mídia – Artigo publicado na Folha de S.Paulo em 26 de agosto de 2019. Recentes discussões sobre a prática…

Planeje seus objetivos a partir de seu propósito

Num mundo onde as mudanças são muito rápidas e tudo é incerto, a forma como planejávamos nossas vidas ou carreiras…

Você está preparado para viver em um mundo VUCA?

Vivemos um tempo de desafios extremos, tanto para profissionais liberais quanto para pequenas e médias empresas e corporações. Segundo especialistas…